Reabilitação Clínica

Reabilitação ClinicaProjetadas com tecnologia e recursos de última geração, as unidades de reabilitação clínica, localizadas em São Bernardo do Campo (SP) e Taubaté (SP), oferecem atendimento interdisciplinar para pessoas com vários tipos de deficiência e/ou distúrbios em geral, desde o recém-nascido ao idoso.

O atendimento é realizado por profissionais de diferentes especialidades, entre as quais, estão neurologistas, fisiatras, neuropediatras, pediatras, psiquiatras, psicólogos, psicopedagogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos e assistentes sociais. Nas Unidades Clínicas, o atendimento é realizado com uma abordagem biopsicossocial e pedagógica, visando à habilitação e reabilitação clínica por meio da prevenção, do diagnóstico e tratamento.

Para iniciar o atendimento, a pessoa participa de um processo de triagem e avaliação nas especialidades médicas e paramédicas, com o objetivo de diagnosticar e traçar um plano de tratamento de acordo com as necessidades individuais de cada um.


Conheça os principais programas:


Programas Terapêuticos

Grupo de Apoio Terapêutico:
voltado para pessoas com deficiências múltiplas ou com deficiência intelectual. O objetivo é oferecer apoio aos pacientes e seus familiares, garantindo maior adaptação e qualidade de vida no lar e no ambiente de convívio comunitário. O grupo também favorece a manutenção de padrões motores e funcionais adquiridos para evitar deformidades e contraturas.

Grupo de Estimulação Básica: destinado a pessoas com deficiência intelectual ou atraso significativo no DNPM (Desenvolvimento Neuropsicomotor), na faixa etária superior a quatro anos, podendo apresentar outras deficiências associadas.
O Grupo estimula o desenvolvimento das potencialidades individuais nas áreas cognitiva, adaptativa, pessoal-social, atividades da vida diária, linguagem e motora, considerando-se as fases do desenvolvimento referentes ao período de 0 a 6 anos, comparando-se à escala normal de desenvolvimento.

Orientação Vocacional: para jovens, adolescentes e adultos (maiores de 14 anos), com ou sem deficiência, que estejam em busca de orientação vocacional. O trabalho é realizado por meio de atendimento psicológico para análise das potencialidades, habilidades e capacidades, a fim de orientar na escolha de uma profissão.

Reeducação Postural Global (RPG): para pacientes clinicamente diagnosticados como portadores de alterações posturais e quadro álgico. Objetiva a adequação postural ou reeducação do quadro álgico por meio da ação terapêutica nas cadeias musculares.

Grupo Interdisciplinar de Saúde Mental: para pessoas com transtornos mentais orgânicos, esquizofrenia, transtornos esquizotípicos e delirantes, transtorno bipolar e depressão grave. O Grupo visa promover um ambiente em que a pessoa possa desenvolver aspectos relacionados ao raciocínio, percepção de si e do meio, habilidades sociais e comportamentais, criatividade e responsabilidade, por meio de atividades artesanais e expressivas para melhor convívio e inclusão social.

Grupo de Desenvolvimento das Áreas Adaptativas: para pessoas com deficiência intelectual, objetiva favorecer a estimulação das habilidades sociais, visando atuar como facilitador na inclusão dos jovens em centros de convivência ou programas de reabilitação profissional. Contribui também para o ajustamento psicossocial e sucesso profissional.

Grupo de Reestruturação das Relações Afetivas e Sociais: para pessoas com diagnóstico de transtorno invasivo do desenvolvimento e/ou deficiência intelectual grave. Visa estimular o desenvolvimento global e dar orientação familiar, com enfoque na postura educacional, vínculos, aceitação do diagnóstico e uso de medicação quando necessário.

Grupo de Terapia Ocupacional: destina-se a adultos e adolescentes com deficiência intelectual (leve/moderada), física, sensorial e/ou social, com idade acima de 12 anos. Busca preparar e desenvolver, em indivíduos com deficiências ou carências sociais, as potencialidades, habilidades e os comportamentos necessários para a adaptação pessoal e social.

Neuropsicologia: para pessoas com possível dificuldade cognitiva de origem neurológica ou comportamental de etilogias variadas: doenças degenerativas, acidentes vasculares, tumores, epilepsias, traumatismo craniano, comprometimentos de origem metabólica ou tóxica, e processos infecciosos (HIV, encefalite decorrente de herpes), TDAH, TOC, dislexia. Visa ao estudo do comportamento humano, com base no funcionamento do cérebro. Desta maneira, se consegue um diagnóstico mais exato e precoce das lesões cerebrais locais, o que proporciona estabelecer programas de ação terapêutica e reeducativa.

 

 

Fenavape | Rede Avape | Endereços | Fale Conosco | Mapa do Site